Tradução: “S04E04: The Hot Troll Deviation (A Deviação da Troll Atraente)”

Às vezes precisamos de um anel decodificador secreto. Tivemos algumas referências ao mundo da Física e da Química hoje à noite.

A começar pela primeira fala do episódio:

KOOTHRAPPALI: (PARA SHELDON) Estou te dizendo, se o xenônio emite luz ultravioleta, então aquelas descobertas sobre a matéria escura devem estar erradas.

E agora você já está por dentro das discussões mais controversas da Física atualmente. Já discutimos aqui antes que cerca de dois terços de toda a matéria na galáxia é uma substância escura e desconhecida, apropriadamente chamada de “matéria escura”. Enquanto isso, equipes de físicos se esforçam bastante para serem as primeiras a provar que a matéria escura existe, capturando uma de suas interações em um detector de partículas. Haverá fama infindável para aqueles que a detectarem primeiro.

Detectores sensíveis procuram a matéria escura. Uma partícula de matéria escura pode causar um sobressalto em um núcleo no detector, deixando para trás energia detectável, como a luz ultra-violeta.

Já foi dada a largada. Muitos detectores estão competindo. Cada um está apostando em diferentes técnicas. Mas o que quase todos têm em comum é o fato de estarem procurando eventos extraordinariamente fracos e raros. Por esse motivo, os físicos constrõem seus detectores com materiais de baixíssima radioatividade e colocam-nos bem abaixo do nível da superfície, para mantê-los na maior quietude possível. Dois dos experimentos competidores têm um sinal que os autores alegam ser consistente com a matéria escura. O primeiro chama-se “Dama-Libra” (o grupo italiano do qual Leonard falou à sua mãe na segunda temporada) e o outro chama-se CoGeNT (alguém deveria tirar a tecla “shift” dos teclados de alguns físicos.)

Contudo, um novo tipo de detector começou a funcionar recentemente. O xenônio é um gás que sempre está presente quando você respira; por ser um gás nobre, no entanto, ele só pega uma carona, nunca interagindo em seus pulmões. Entretanto, o xenônio pode ser refrigerado a menos de 107º C negativos, ponto no qual torna-se líquido. Quando uma partícula de matéria escura o atravessa, ela ocasionalmente causa um pequeno sobressalto em um átomo de xenônio. Esse pequeno sobressalto faz com que o núcleo atômico do xenônio se mova a uma pequena distância pelo líquido — produzindo elétrons livres, calor e luz. A luz de frequência mais alta que seus olhos conseguem enxergar é a violeta. Porém, a energia depositada no xenônio produz luz de cor um pouco mais azulada que violeta, chamada de luz ultravioleta. Você não a enxerga, mas os detectores, sim. O detector de xenônio é enorme, pesando 100 quilos, e por isso recebe o nome de XENON-100.  Mas o XENON-100 não vê a luz ultra-violeta característica das colisões de matéria escura. Será que é pelo fato de as outras descobertas acerca da matéria escura estarem erradas? Ou será que simplesmente não há quantidades suficientes de luz ultra-violeta sendo produzidas no xenônio líquido? É sobre isso que Sheldon e Koothrappali estão discutindo. E os. físicos. também.

Mas os quadros brancos desta noite em nada se relacionavam a essa ciência. Os quadros de hoje eram uma homenagem a um convidado especial. Um dia, quando conversava com um roteirista de The Big Bang Theory, ele recomendou que eu assistisse ao filme Academia de Gênios (Real Genius), de 1985. Não sabia o que esperar, mas coloquei-o na minha fila do Netflix assim mesmo. Quando o assisti, fiquei impressionado… não necessariamente pela história ou pelas personagens (que eram boas), mas pela parte importante: os sets científicos e o diálogo. Acabei descobrindo que Academia de Gênios teve um consultor científico, Martin Gundersen, um professor universitário de Física do outro lado da cidade, da University of Southern California (USC). Agora que sei o quanto é trabalhoso acertar os sets e as histórias, fiquei maravilhado com o ótimo trabalho realizado, desde a ambientação dos sets ao fato de terem incluído a Física na própria trama. E, então, enviei uma carta de fã ao Prof. Gundersen. Ele respondeu e, eventualmente, pôde visitar o set de The Big Bang Theory durante a gravação deste episódio.

O Prof. Martin Gundersen, consultor científico de Academia de Gênios (1985). Ele reconheceu o quadro branco no apartamento de Leonard e Sheldon durante a gravação deste episódio.

Então aqueles que forem fãs dos quadros brancos E tiverem uma boa memória sabem o que está escrito neles. Era idêntico a um dos quadros utilizados em Academia de Gênios, 25 anos atrás…

Chris Knight (Val Kilmer) dá espaço para que possamos ver o quadro branco original em Academia de Gênios (1985).

Não quero estragar a trama de Academia de Gênios ao explicar como um laser de excímeros funciona. Passaram-se apenas 25 anos, sei que nem todos tiveram a oportunidade de assistir ao filme ainda.

Finalmente, vimos Sheldon fazer um odor de sulfeto de hidrogênio e amônia. O sulfeto de hidrogênio cheira a ovos podres. E amônia cheira a amônia. Tomamos a precaução de não divulgar como o sulfeto de hidrogênio é realmente feito, pois já vimos nos noticiários que pessoas têm machucado a si próprias e aos outros tentando fazê-lo com materiais químicos achados dentro de casa. Nós, do The Big Bang Theory, temos consciência social. E por isso, imaginei que Sheldon o fez com algo disponível apenas em laboratórios, uma solução aquosa de sulfeto de hidrogênio. Isso imediatamente produz:

(NH4)2S →H2S + 2 NH3

E, agora, imagino que muitos de vocês saíram correndo.


Tradução feita por Hitomi a partir de texto extraído de The Big Blog Theory, de autoria de David Saltzberg, originalmente publicado em 14 de Outubro de 2010.

Tags: , ,

Uma resposta to “Tradução: “S04E04: The Hot Troll Deviation (A Deviação da Troll Atraente)””

  1. Bianca Mezadri Says:

    Olá, adorei o seu blog, muito criativa a sua iniciativa!!^^
    também sou de vitória – ES, está de parabéns!
    fica com Deus :*

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: